quarta-feira, setembro 02, 2009

Se eu... tu também...

Se eu fosse outro animal
de certeza que seria
suave, redondo, macio
calado, radar, atento
cinzento, claro, bonito
de certeza que teria
olhos de engolir mundo
olhos de beber sonhos
nariz curto e perfeito
pintas, bigodes, segredos
muitas imensas coragens
poucos ou nenhuns medos.

Não queria solidão
nem caminhos sem ruído
estradas pretas e despidas
nuas, vazias, compridas
por onde passasse a correr.

Se eu fosse outro animal
(e não me digas que não)
tu também tinhas de ser.


6 comentários:

Anónimo disse...

=D
Divertido!
=*

Ludimila

3za disse...

:) :)

Isabel Preto disse...

Também quero ser esse animal sedento de sonhos e curioso:))))

3za disse...

Era tão bom... não era??? :)

Carla Pimentel disse...

Muito bonito e ritmado o poema deste animal com “olhos de engolir mundo”… assim como, todos os poemas anteriores cheios de sentimento, sonhos e uma grande sensibilidade.

Bjs

3za disse...

Obrigada.. :)
beijinho