sábado, setembro 19, 2009

Singular de nós...

A verdade é esta:
cada um de nós é sempre
pelo menos dois.

À noite
só a lua é uma
só o lume é um
a floresta escondida
em silêncio tecida
plural de árvores e sombras
sozinha também.

E estamos sempre os quatro
juntos
fingindo um par
como se fosse possível
algum dia
sermos
só tu e só eu
singular de nós
e mais ninguém.


2 comentários:

Anónimo disse...

Arrasou!

Ludimila

3za disse...

:)