segunda-feira, agosto 24, 2009

Beijo-flor?

Nos dias frios
amargos
distantes
escuros

polvilhados com sal e solidão
quando acreditas que voas
e me escapas

e já não queres
nem a boca nem a mão
disfarço-me
outra forma
outro cheiro
outra cor
e sem saberes
(mesmo) sem quereres
é a mim que beijas
só a mim
(sempre)
e nunca à flor.



2 comentários:

Anónimo disse...

:)
Ilda

3za disse...

:)