sábado, março 29, 2008

Pas de deux...


Somos, não somos?
Tão parecidos...
Olhos com sonhos
sedes de alto
caminhando em pontas
voando na noite
a meio caminho
na escada do céu
procurando na lua
alguma magia
palavras de seda
bailados de branco
música invisível
serena alegria
um porto de abrigo
adivinhando sem ver
só pelo sabor
a cor de um amigo
desses que parece
que já era nosso
antes de o ser
e que depois sobe
por nós acima
se aninha por dentro
nos conta segredos
nos escuta as histórias
nos dá mil ouvidos...

Somos não somos?
Tão parecidos...


www.vladstudio.com

4 comentários:

BC disse...

Teimo em vir ao seu blog,gosto da maneira como escreve, com inteligência.
Os meus textos e poesias,são diferentes,são simplesmente os meus
afectos transcritos com palavras
que não consigo que sejam mais complicadas,são somente as minhas
palavras...
Com afecto
BC

3za disse...

Obrigada BC, com um sorriso. É tão bom sentir que as palvras chegam um bocadinho mais além do que imaginamos...

Anónimo disse...

somos , somos ... nenhuma criança resiste a este dizer... chamei a minha filha e li-lhe , é tão bonito , pai , depois leu ela ...
Então, dois abraços amigos ...
zé e matilde

3za disse...

Comovi-me agora convosco, zé e matilde (jr? :).... é assim que eu imagino os meus poemas... a abraçarem quem queira e a provocarem abraços e beijos e pensamentos... Obrigada pelo imenso carinho de se partilharem aqui comigo tão docemente..... :) magia...