quarta-feira, maio 20, 2009

Sonho sem querer

Tenho raízes com pés e pés com raízes
e caminho ou não caminho conforme decidir
que quero ou não quero ir ou não ir
ficar, navegar, parar ou partir.

Tenho pesos com asas e asas com pesos
e voo ou não voo conforme acreditar
que é bom ou não é bom deixar-me levar

Tenho sonhos na alma e alma com sonhos
e por mais que tente não consigo evitar
não sou eu que mando, não a sei controlar
a alma não escuta nada do que digo
sonho sem saber, sonho sem querer
castelos, palácios, valsas ao luar
e se no teu sonho não me queres a mim
sonho mesmo assim
passeios solitários, mão dada comigo.


7 comentários:

izzie disse...

Tão bom ler-te... mesmo! :)

Beijinho,

3za disse...

:) Obrigada...
Beijinho

Suporte Frota disse...

A palavra é IMPRESSIONANTE, impressionantemente lindo. Obg.

Ludimila

3za disse...

Obrigada eu... :) :)

Carval disse...

Amei ler-te! Parabéns.

Carval

3za disse...

Obrigada! :)

Anónimo disse...

:)

Ilda