terça-feira, janeiro 21, 2014

sim?

invejo todas as borboletas
que existem fora de mim
qualquer asa cor de céu
até semente voando
e vivo acreditando
contrário de chão
não me digas não
fada e ave
sou eu
assim
noite
dia

sim?

 Judith Clay - You can fly, Mary!




I envy all the butterflies
that exist outside me
any sky’s colored wings
even seed flying
I envy all
so
I live my life
believing
opposite of floor
don’t say no to me
don’t you say it cannot be
I am a fairy and a bird
day and night

allright?



(trying to translate... so my not portuguese friends can also enjoy the words...)  

4 comentários:

Eduardo Martinho disse...

UAU!
Belo poema e... bilingue.
Isto promete!
Bjokas,
P&M

3za disse...

:) :) Obrigada!
Beijinhos

Aureliano disse...

Navegando, encontrei este lugar cheio de poesia e bons textos. Aportei-me , encantei-me.
Parabéns!

Abraço,

Aureliano.

3za disse...

Muito obrigada, Aureliano! Volte sempre... :)