sexta-feira, fevereiro 11, 2011

acordar

nos sonhos
às vezes

abraçamos
quem queremos abraçar

beijamos
quem queremos beijar

e
depois
acordamos

(com pena
de acordar)



4 comentários:

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

E se os sonhos passassem a realidade, haveria ainda assim o tempo suficiente para continuar a abraçar e amar?! Lindo como sempre :-) Beijinho e bom final de semana com um brutal pequeno almoço (se possível numa mesa colocada num exterior com passarinhos e muita verdura - é assim que gosto de tomar o meu :-)

3za disse...

Os sonhos têm a sua casinha muito própria e muitos é lá que devem morar e por ali irem colorindo de desejos o real.
Esse pequeno-almoço parece excelente....... :) :)
Beijinhos e bom fim-de-semana

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

Boa noite Teresa! Eu vim aqui porque me lembrei que gostava muito deste teu poema, então vim pedir licença para me deixares colocar (um destes dias) na minha barra lateral. É que sinceramente estas palavras que escreves sobre os sonhos têm tanto a ver comigo! Bjs

3za disse...

Leva contigo... :) :)
beijinhos