sábado, novembro 14, 2009

Agora eu era...

(Agora eu era o herói
e o meu cavalo só falava inglês...
C. Buarque)

Agora eu era lenta com asas de mar
e nadava como se voasse nas nuvens do ar.

Agora eu deslizava, su_ave, sossegada
e caminhava os caminhos sem pressa de nada.

Agora eu era outra, embora fosse eu
e o meu oceano já podia ser céu.

Agora eu já podia ser uma princesa
vestir um vestido, bailar com leveza
pedir ao tempo que esperasse por mim
e esperar por ele um tempo sem fim.

E agora sem correr podias encontrar-me
encostar-me à Lua e até beijar-me.

Agora eu era aquela que é como pode
que é como sabe, que é como deve
(tornado sonhando ser floco de neve).

5 comentários:

nídia disse...

Agora...fiquei a sonhar.Que bom!

Miguel Pinto disse...

:)

3za disse...

:)

Raul Martins disse...

Delicioso!
.
Cantas, guitarreias (!!! que seja) danças, encantas...
Transpiras poesia por todos os poros...
.
.....
Obrigado porque existes e partilhas connosco o que sentes e o que vives.
.
Abraço tribal

3za disse...

Obrigada,eu, pela vossa presença e carinho.... :)