sexta-feira, outubro 23, 2009

Cores do mel

No meu jardim de segredos
onde há fadas que são flores
nascem as cores do mel
rebuçados sem papel
beijos soprados ao vento
que gosto de dividir
que gosto de te oferecer
sempre que a solidão teima
sempre que o sal te queima
te escurece, te afoga
te rouba e te subtrai
te leva
te faz perder
a vontade de sorrir.


2 comentários:

Miguel Pinto disse...

Gosto do ritmo, 3za. Gosto de saborear estas palavras simples :)

3za disse...

Gosto de vos ter aqui... :)