sexta-feira, agosto 22, 2008

Voar e cair

Soubera eu como voar em vez de cair
em ti, gota,

e nada mudaria

porque
ainda assim
depois de voar
liberta de fios
a seguir
vinha a saudade
e de novo
em ti
me afundaria.



2 comentários:

vaandando disse...

E acertei quase no dia .... enfim , não é tanto assim, mas ....
Tenho um belo poema com um verde luxuoso !
Abraço amigo
JRMarto

3za disse...

Obrigada pela presença e palavras! :)
Abraço